Fonte: Advanced IT

Florida Review Magazine

Magazine, Brasileiros nos EUA, Florida, Moda, Beleza, Imóveis, Turismo, Artes

FinançasTecnologia

Cuidado com as fraudes na busca por emprego

Fonte: Advanced IT

Por Gracciella Barros

editoria@floridareview.com

Independente da fase que a Economia atravessa, procurar um emprego é sempre uma batalha, que exige mais que um candidato e uma vaga: qualificação e conhecimento são essenciais para que, tanto o recrutador, quanto o candidato, tenham sucesso.

No entanto, além das dificuldades corriqueiras, o mercado de trabalho é recheado de práticas fraudulentas, como currículos e certificados falsos, vagas que oferecem vantagens que não existem, o trabalhador ainda precisa lidar com as vagas falsas, que possuem o único objetivo de capturar dados financeiros, como números de cartões, social security, conta bancária, entre outros.

Roubo de dados

O mais grave pode ser a tentativa de roubo de dados do candidato, através de processos fraudulentos, em nome de grandes empresas, onde cada detalhe é importante para evitar dores de cabeça.

Websites, como as recrutadoras Indeed, ZipRecuiter, CareerBuilder e Robert Half, enviam vagas relacionadas ao perfil do candidato e pedem que o mesmo envie o currículo, ignore ou mesmo receba propostas, de acordo com o tipo de candidato e a procura de headhunters.

O consultor financeiro Alberto Diaz, que tem o currículo cadastrado em um desses websites, recebeu uma proposta para participar de um processo seletivo para uma vaga, que exigia suas qualificações, para a empresa Morningstar, sediada em Chicago, Illinois.

Alberto validou, via internet, que a pessoa que se identificou, com nome e sobrenome, trabalha na empresa. A partir daí, recebeu uma confirmação de entrevista, via Skype, com uma funcionária, que também se identificou com nome e sobrenome, da área de Recursos Humanos (RH) da mesma empresa.

O candidato só descobriu a fraude, após horas em um processo seletivo, que incluía uma série de entrevistas online, que avaliavam conhecimentos técnicos e psicológicos, ser aprovado e receber as instruções de contratação.

O processo, que só deveria ser concretizado com a compra de falsos aplicativos para trabalhar a partir de casa, não foi concluído. Nesse momento, Alberto pesquisou e facilmente detectou a fraude, já que trabalha em segurança online.

Nesse caso, não só a frustração, como o perigo de ter a vida devastada por roubo de dados, que podem resultar em prejuízos inimagináveis, exigem do candidato precaução e cuidado com a segurança, em qualquer lugar do mundo.

O candidato e as empresas recrutadoras devem ter em mente que, além dos cuidados com o currículo, o que vestir e como se comportar durante a entrevista, e outras preocupações corriqueiras, os fraudadores estão onde olho nas vagas que as empresas oferecem, colhem os nomes dos trabalhadores do RH e fazem todo o processo online, comum a partir da pandemia do COVID-19, para receber seus dados.


Beware of job search fraud

Regardless of the phase that the economy is going through, looking for a job is always a battle, which requires more than one candidate and a vacancy: qualification and knowledge are essential for both the recruiter and the candidate to be successful.

However, in addition to the usual difficulties, the job market is full of fraudulent practices, such as fake resumés and certificates, vacancies that offer advantages that do not exist, the worker still needs to deal with false vacancies, which have the sole purpose of capturing data such as card numbers, social security, bank account, among others.

Data theft

The most serious may be the attempt to steal the candidate’s data, through fraudulent processes, on behalf of large companies, where every detail is important to avoid headaches.

Websites, such as recruiters Indeed, ZipRecruiter, CareerBuilder, and Robert Half, send jobs related to the candidate’s profile and ask the candidate to send the resume, ignore or even receive proposals, according to the type of candidate and the demand for headhunters.

Financial advisor Alberto Diaz, whose resumé is registered on one of these websites, received a proposal to participate in a selection process for a vacancy, which required his qualifications, for the Morningstar company, based in Chicago, Illinois.

Alberto validated, via the internet, that the person who identified himself, with first and last name, works at the company. From there, he received an interview confirmation, via Skype, with an employee, who also identified himself with a first and last name, from the Human Resources (HR) area of ​​the same company.

The candidate only discovered the fraud, after hours in a selection process, which included a series of online interviews, which evaluated technical and psychological knowledge, being approved and receiving the hiring instructions.

The process, which should only be completed with the purchase of fake apps to work from home, has not been completed. At that moment, Alberto researched and easily detected the fraud, as he works in online security.

In this case, not only frustration but also the danger of having your life devastated by data theft, which can result in unimaginable damage, require the candidate to be cautious and careful with security, anywhere in the world.

The candidate and the recruiting companies should keep in mind that, in addition to taking care of the curriculum, what to wear and how to behave during the interview, and other common concerns, fraudsters are where I look at the vacancies that companies offer, pick up the names of HR workers and do the entire online process, common since the COVID-19 pandemic, to receive their data.

Comment here

X