Florida Review Magazine

Magazine, Brasileiros nos EUA, Florida, Moda, Beleza, Imóveis, Turismo, Artes

CulturaHappenningsInternationalLegal

Cuidado com golpes comuns contra imigrantes

Migrar para um país de língua e cultura diferente já é um grande desafio. Imagina ainda ter que lidar com golpistas, que se aproveitam da situação de vulnerabilidade para tirar vantagem da sua falta de conhecimento?

A ajuda errada pode prejudicar ainda mais a situação dos imigrantes. Por isso, a melhor saída é ter cuidado com alguns aspectos da Imigração, especialmente nos Estados Unidos.

O Department of Homeland Security (DHS) fez uma lista dos golpes aplicados mais comuns. Use essa informação para evitar ser mais uma vítima:

 

  • Notários Públicos – Public Notaries

Estes não são necessariamente advogados. Em muitos países latino-americanos, o termo “notário público” significa algo muito diferente do que significa nos Estados Unidos. Em muitas nações de língua espanhola, “notários” são advogados poderosos, com credenciais especiais.

Nos EUA, no entanto, notários são pessoas que desempenham funções tais como testemunhar a assinatura de documentos, mas não estão autorizados e nem aptos a oferecer-lhe quaisquer serviços jurídicos relacionados à Imigração.

 

  • Pagamento por Telefone

A imigração nunca vai pedir a você para pagar taxas por telefone. Você sempre deverá pagar as taxas de imigração com cheque ou “Money Order”, endereçado ao DHS.

Em alguns casos, você poderá pagar pelo site oficial do U.S. Citizen and Immigration Services (USCIS).

Atenção!  Verifique  se o URL tem um “s” depois do “http” e se tem o “gov” no lugar do “com”.

Além disso, você também pode pagar taxas de naturalização e outros serviços com um cartão de crédito. Mas, para isso, você vai precisar do G-1450 (Formulário para Transação/Autorização de Cartão de Crédito)

 

  • Loteria do Green Card

O DHS nunca vai enviar-lhe um email com a informação de que você foi selecionado no “Programa Visa Diversity”, conhecido como Loteria do Green Card.

Caso você seja selecionado pelo programa, você receberá uma informação pelo correio.

 

  • Sites “Scans”

Alguns sites afirmam ser filiados à USCIS e oferecem passo a passo sobre como preencher formulários ou completar uma petição.

Certifique-se de que sua informação é da USCIS ou de outra fonte legítima.

O DHS não cobra por formulários. Eles estão disponíveis gratuitamente no site.

Você também pode ligar para 1-800-870-3676 e pedi-los por telefone.

 

  • Ofertas de Trabalho

Pode ser um golpe, se você tiver que pagar para receber uma oferta de emprego.

Mesmo se uma oferta de emprego é legítima, tenha isso em mente: você não tem permissão para trabalhar nos Estados Unidos, a menos que você tenha autorização de trabalho, emitida pela imigração, ou um Green card.

Se você estiver nos Estados Unidos com um visto de estudante, fale com um funcionário da escola, designado a tratar de assuntos migratórios, antes de aceitar qualquer oferta de trabalho.

Se você receber email suspeito, encaminhe para: uscis.webmaster@uscis.dhs.gov

Em todos os casos, o mais indicado é procurar orientação de um advogado especializado em Imigração. Na Kravitz & Guerra Law Office, você tem o auxílio de advogados com quase 40 anos de experiência combinada.

Marque sua consulta!


 

Beware of common scams against immigrants

 

Migrating to a country with a different language and culture is already a big challenge. Do you still imagine having to deal with scammers who take advantage of the situation of vulnerability to take advantage of their lack of knowledge?

The wrong aid can further damage the situation of immigrants. So the best way out is to be careful with some aspects of Immigration, especially in the United States.

The Department of Homeland Security (DHS) has made a list of the most commonly applied scams. Use this information to avoid being more of a victim:

 

  • Public Notaries

These are not necessarily lawyers. In many Latin American countries, the term “notary public” means something very different from what it means in the United States. In many Spanish-speaking nations, “notaries” are influential lawyers with unique credentials.

In the USA, however, notaries perform functions such as witnessing the signing of documents but are not authorized to offer you any legal services related to Immigration.

 

  • Pay by Phone

Immigration will never ask you to pay fees over the phone. You must always pay immigration fees by check or “Money Order,” addressed to DHS.

In some cases, you may be able to pay through the official U.S. Citizen and Immigration Services (USCIS) website.

Attention! Check that the URL has an “s” after the “Http” and that it has the “gov” in place of the “com.”

You can also pay naturalization fees and other services with a credit card. But, for that, you will need the G-1450 (Credit Card Transaction / Authorization Form)

 

  • Green Card lottery

DHS will never send you an email with the information that you have been selected in the “Visa Diversity Program,” known as the Green Card Lottery.

If the program selects you, you will receive information by mail.

 

  • Scans sites

Some sites claim to be affiliated with USCIS and offer step-by-step instructions on how to fill out forms or complete a petition.

Make sure your information is from USCIS or another legitimate source.

DHS does not charge for forms. They are available for free on the website.

You can also call 1-800-870-3676 and order them over the phone.

 

  • Job offers

 

It can be a scam if you have to pay to receive a job offer.

Even if a job offer is legitimate, keep this in mind: you cannot work in the United States unless you have a work permit issued by Immigration or a green card.

If you are in the United States on a student visa, speak to a school official assigned to deal with migration issues before accepting any job offers.

If you receive a suspicious email, forward it to uscis.webmaster@uscis.dhs.gov

In all cases, the best option is to seek guidance from an immigration lawyer. At Kravitz & Guerra Law Office, you are assisted by lawyers with almost 40 years of combined experience.

Book your appointment!

Comment here

X