Florida Review Magazine

Magazine, Brasileiros nos EUA, Florida, Moda, Beleza, Imóveis, Turismo, Artes

Opinião

Não existe Evolução sem Mudanças

Por Evandro Fascina

evandro@kravitzlaw.com

Depois de 15 anos de operação nos postos de gasolina chegou a hora de recomeçar em outra atividade. Era chegada a hora de escolher outros caminhos a seguir!

Pra mim, nada demais, pois nestes anos atuando como revendedor Ipiranga, o recomeço aconteceu várias vezes. A primeira foi já no início da operação, quando descobri que a minha vocação era o mercado urbano e não de rodovia conforme eu havia instalado a primeira unidade, com espaço para atender carretas e julietas de todos os tamanhos. Tratei de construir o segundo posto na área urbana, na entrada da cidade de Teutônia, no Rio Grande do Sul.

No ano seguinte mais um dilema, pois os resultados precisavam ser ampliados, daí a necessidade de escalar, construir mais postos. Em 6 anos foram 5 unidades.

No decorrer desse período, já era perceptível que as margens de lucro dos combustíveis começavam a baixar em razão da quantidade de postos que abriam pelo Brasil a fora. Foi fácil entender que a tendência era o implemento das lojas de conveniência junto aos postos de gasolina para ampliar as receitas. Começamos a operar lojas da franquia ampm e assim fomos transformando as unidades em verdadeiros pontos de atendimento à pessoas e não somente aos automóveis. Neste momento também iniciamos a operação da franquia Jet Oil para qualificar ainda mais as nossas trocas de óleo, que já contavam com profissionais altamente qualificados.

Em 2014 o incremento foi ainda maior, depois de cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo, foi a vez das cidades gaúchas de Lajeado e Porto Alegre instalarem padarias ampm nos seus complexos de postos de gasolina. As nossas lojas contavam inclusive com Beer Cave, uma caverna de cervejas geladas, além de guloseimas de todos os tipos. Ainda, para completar, uma linha completa de saladas, frutas frescas no potinho e iogurtes naturais com a marca Viva Saúde, uma feliz criação da minha esposa Melina, que atendia inclusive as mais bem conceituadas lojas da capital gaúcha.

Tudo andava muito bem na Rede Fascina Ipiranga, com projeções para a construção de outras três unidades em 2018, resultado de um trabalho inovador em nível nacional, quando a Ipiranga criou o Abastece Aí, um aplicativo que gera desconto e principalmente a fidelidade do cliente. Em menos de um ano o app que começou com muitos problemas, foi ajustando e triplicando as nossas vendas nos levando ao Posto Urbano Destaque Nacional de 2017. Não competíamos mais na região, apenas fazíamos frente a parceiros de uma movimentada perimetral de Belo Horizonte que tinham postos gigantes diante dos nossos em cidades como Lajeado e Teutônia, com 80 mil e 30mil habitantes respectivamente. Foi muito, muito divertido!

Em meio a tantos problemas enfrentados em razão da má gestão política da última década, não restou outra saída a não ser tirar o time de campo, ou melhor, tirar a família do Brasil e vir embora para os Estados Unidos. Vendemos tudo e deu!

Aqui em Miami eu percebi e tirei a prova de que não adianta reclamar da situação atual, seja política, comercial ou até mesmo cultural. É preciso atitude!

Eu tive 15 anos de relacionamento com a Ipiranga e fui premiado em todos eles, em diversas categorias. Conheci mais de 50 países de todos os continentes, através de viagens aéreas, terrestres e de navios luxuosos, tudo de graça e no mais alto padrão. Alguns nunca entenderam porque eu sou um apaixonado pela Ipiranga, mas ela foi a minha grande parceira de todos esses anos e quando não deu mais, o seu gerente executivo me entregou uma carta dizendo que eu fui produtivo no meu país de origem, documento que serviu na porta de entrada dos Estados Unidos, e isso me deixou ainda mais agradecido. Obrigado, pra mim sempre gaúcha, Ipiranga!

Concluo dizendo que os sonhos precisam ser vividos. A coragem deve permear o cenário em que vivemos. Se existe a vontade ou a necessidade de mudar, então a hora é agora, o planejamento começa hoje. Quando o meu o ciclo encerrou, eu não tive dúvidas, tratei de sair, desligar a luz e fechar a porta para o velho que me atormentava. Deixei o medo e a desesperança no aeroporto de Guarulhos e vim viver uma nova vida no país dos sonhos. Se você vive esse dilema, vem comigo, senão a vida passa e a gente não vive como gostaria!

*Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da Florida Review Magazine

**Se você deseja enviar artigos para a nossa newsletter, ela é gratuita. Você pode enviar um email para editor@floridareview.com


There is no Evolution without Change

After 15 years of operation at gas stations, it was time to start another activity. It was time to choose other paths to follow!

For me, nothing much, because in these years acting as an Ipiranga reseller, the restart happened several times. The first was already at the beginning of the operation, when I discovered that my vocation was the urban market and not the highway as I had installed the first unit, with space to serve trailers and trucks of all sizes. I tried to build the second post in the urban area, at the entrance to the city of Teutônia, in Rio Grande do Sul.

In the following year, another dilemma, as the results needed to be expanded, hence the need to scale, build more stations. In 6 years there were 5 units.

During that period, it was already noticeable that fuel profit margins were starting to fall due to the number of service stations that opened throughout Brazil. It was easy to understand that the trend was to implement convenience stores near gas stations to increase revenues. We started to operate ampm franchise stores and thus we transformed the units into real service points for people and not just cars. At this time, we also started the operation of the Jet Oil franchise to further qualify our oil changes, which already had highly qualified professionals.

In 2014 the increase was even greater, after cities like Rio de Janeiro and São Paulo, it was the turn of the cities of Rio Grande do Sul of Lajeado and Porto Alegre to install ampm bakeries in their gas station complexes. Our stores even had Beer Cave, a cave of cold beers, as well as treats of all kinds. In addition, to complete, a complete line of salads, fresh fruit in the jar and natural yoghurt with the Viva Saúde brand, a happy creation of my wife Melina, who also served the most prestigious stores in the state capital.

Everything was going very well at Rede Fascina Ipiranga, with projections for the construction of another three units in 2018, the result of innovative work at the national level, when Ipiranga created Abastece Aí, an application that generates discounts and mainly customer loyalty. In less than a year, the app that started with a lot of problems, was adjusting and tripling our sales taking us to the National Outstanding Urban Post of 2017. We no longer competed in the region, we just faced partners from a busy perimeter of Belo Horizonte that had giant posts in front of ours in cities like Lajeado and Teutônia, with 80 thousand and 30 thousand inhabitants respectively. It was really, really fun!

In the midst of so many problems faced due to the poor political management of the last decade, there was no other option but to get the team out of the field, or better, to get the family out of Brazil and leave for the United States. We sold everything and gave!

Here in Miami I realized and took the proof that there is no point in complaining about the current situation, be it political, commercial or even cultural. It takes attitude!

I had 15 years of relationship with Ipiranga and I was awarded in all of them, in several categories. I got to know more than 50 countries from all continents, through air, land and luxury ships, all for free and to the highest standard. Some never understood why I am passionate about Ipiranga, but she was my great partner for all these years and when it didn’t happen, her executive manager handed me a letter saying that I was productive in my country of origin, a document that served at the gateway to the United States, and that made me even more grateful. Thank you, for me always gaucho, Ipiranga!

I conclude by saying that dreams need to be lived. Courage must permeate the scenario in which we live. If there is a will or a need to change, then the time is now, planning begins today. When my cycle ended, I had no doubts, I tried to leave, turn off the light and close the door to the old man who tormented me. I left fear and hopelessness at Guarulhos airport and came to live a new life in the country of dreams. If you live this dilemma, come with me, otherwise life goes by and we don’t live as we would like!

* Signed articles do not necessarily reflect the opinion of Florida Review Magazine

**If you would like to send us articles for our newsletter, it is free. You can email us at editor@floridareview.com

Comment here

X