Vitamina D para Covid-19_

Florida Review Magazine

Magazine, Brasileiros nos EUA, Florida, Moda, Beleza, Imóveis, Turismo, Artes

Saúde

Vitamina D para Covid-19: novas pesquisas prometem

Vitamina D para Covid-19_

Estudos destacam benefícios potenciais para salvar vidas. Mas alguns especialistas não estão convencidos

 

Por Markham Heid, do site elemental

 

As descobertas do estudo foram significativas – “espetaculares” até, nas palavras de pelo menos um comentarista especialista.

Uma equipe de médicos do Hospital Universitário Reina Sofia, em Córdoba, Espanha, dividiu 76 pacientes, com Covid-19 recém-admitidos, em dois grupos. Um grupo recebeu o tratamento padrão na época, que incluía um coquetel de antibióticos e medicamentos imunossupressores. O segundo grupo recebeu o mesmo tratamento padrão – mais uma droga destinada a aumentar os níveis de vitamina D no sangue.

Entre as 26 pessoas hospitalizadas que receberam apenas o tratamento padrão, metade foi para a unidade de terapia intensiva (UTI), porque a doença piorou. Dois deles morreram. Mas, entre as 50 pessoas que receberam o tratamento com vitamina D, além do tratamento padrão, apenas uma pessoa acabou na UTI. Nenhum morreu.

Em seu artigo de estudo, publicado em outubro ,no Journal of Steroid Biochemistry and Molecular Biology, os pesquisadores espanhóis explicaram que seu experimento foi um estudo “piloto” que requer trabalho de acompanhamento. Mas eles também apontaram que não é a primeira evidência que liga a vitamina D a um risco reduzido de infecção respiratória grave. Longe disso.

“A vitamina D oferece suporte a uma gama de respostas imunológicas antivirais inatas, ao mesmo tempo em que diminui as respostas inflamatórias potencialmente prejudiciais”, diz Adrian Martineau, PhD, professor clínico de infecção respiratória e imunidade na Queen Mary University of London.

“A evidência de que baixos níveis de vitamina D são um fator de risco para doença grave [Covid-19] não é definitiva, mas muitas linhas de pesquisa sugerem que isso é provável.”

Martineau não participou do estudo espanhol, mas publicou vários artigos sobre a vitamina D, para o tratamento e prevenção de infecções virais. Em uma revisão de pesquisa de 2017, que apareceu na revista BMJ, ele e seus co-autores concluíram que tomar um suplemento de vitamina D diário ou semanal está associado a um risco reduzido de infecção respiratória – especialmente entre aqueles que têm níveis baixos da vitamina em seu sangue.

Martineau e outros dizem que é muito possível – embora ainda não provado – que um suplemento de vitamina D possa fornecer uma medida de proteção contra SARS-CoV-2 e Covid-19.

 

Como a vitamina D pode combater o coronavírus

Graças, em parte ao trabalho de Martineau sobre vitamina D e infecções respiratórias, a “vitamina do sol” – assim chamada porque o corpo humano necessita de luz ultravioleta para produzi-la – tem sido o foco da pesquisa da Covid-19, quase desde o início da pandemia.

Durante a primavera, vários grupos identificaram associações aparentes entre níveis baixos de vitamina D e riscos aumentados de Covid-19. Desde então, outros replicaram seu trabalho. Para um estudo, publicado em 17 de setembro, na PLOS One, os pesquisadores descobriram que o risco de uma pessoa de infecção positiva por SARS-CoV-2 está “forte e inversamente” associado aos níveis sanguíneos de vitamina D. Tomados em conjunto, esses resultados sugerem que níveis adequados de vitamina D pode ajudar a prevenir uma infecção por SARS-CoV-2 e também impedir que as infecções que ocorrem piorem.


 

Vitamin D for Covid-19: New Research Promises

Studies highlight potential benefits to save lives. But some experts are not convinced

 

By Markham Heid, from the elemental website

 

The study’s findings were significant – “spectacular” even, in the words of at least one expert commentator.

A team of doctors from the University Hospital Reina Sofia, in Cordoba, Spain, divided 76 patients, with newly admitted Covid-19, into two groups. One group received standard treatment at the time, which included a cocktail of antibiotics and immunosuppressive drugs. The second group received the same legal treatment – plus a medication designed to increase blood levels of vitamin D.

Among the 26 hospitalized people who received only standard treatment, half went to the intensive care unit (ICU) because it worsened. Two of them died. But among the 50 people who received vitamin D treatment, in addition to the standard treatment, only one person ended up in the ICU. None died.

In their study article, published in October in the Journal of Steroid Biochemistry and Molecular Biology, Spanish researchers explained that their experiment was a “pilot” study that requires follow-up work. But they also pointed out that it is not the first evidence that links vitamin D to a reduced risk of severe respiratory infection, far from it.

Vitamin D supports a range of innate antiviral immune responses while decreasing potentially damaging inflammatory responses,” says Adrian Martineau, Ph.D., clinical professor of respiratory infection and immunity at the Queen Mary University of London.

“The evidence that low levels of vitamin D are a risk factor for serious illness [Covid-19] is not definitive, but many lines of research suggest that this is likely.”

Martineau did not participate in the Spanish study but published several vitamin D articles to treat and prevent viral infections. In a 2017 research review, which appeared in the journal BMJ, he and his co-authors concluded that taking a daily or weekly vitamin D supplement is associated with a reduced risk of respiratory infection – especially among those who have low levels of the vitamin in your blood.

Martineau and others say it is possible – although not yet proven – that a vitamin D supplement can provide a protective measure against SARS-CoV-2 and Covid-19.

 

How vitamin D can fight coronavirus

Thanks, in part to Martineau’s work on vitamin D and respiratory infections, the “sun vitamin” – so-called because the human body needs ultraviolet light to produce it – has been the focus of Covid-19’s research, almost since the beginning of the pandemic.

During the spring, several groups identified apparent associations between low vitamin D levels and increased risks for Covid-19. Since then, others have replicated their work. For a study, published on September 17, in PLOS One, researchers found that a person’s risk of positive SARS-CoV-2 infection is “strongly and inversely” associated with blood levels of vitamin D. Taken together, these results suggest that adequate levels of vitamin D can help prevent a SARS-CoV-2 infection and also prevent diseases that occur from getting worse.

Comment here

X